11 de fevereiro de 2009

A VIDA QUE LEVAMOS DENTRO DE CADA UMA DE NÓS

Um miminho para vocês...
"Filho, porque seria?
Ao vires para mim mudaste num jardim os espinhos da minha carne triste…
E como conseguiste dar uma cor de sol às horas sombrias?
Meu menino, dorme, dorme, e deixa deixa-me cantar para afastar a vida, um papão enorme…
Meu menino, dorme, dorme…
Vamos agora brincar…
Que brinquedo, meu menino?
O mar, o céu, esta rua?
Já te dei o meu destino, posso bem dar-te a lua. "
in: "Poema da Maternidade" de Fernanda de Castro

10 de fevereiro de 2009

O QUE LEVAR PARA A MATERNIDADE:

Mãe

Livro verde, exames e análise realizados durante a gravidez
Documentos pessoais (bilhete de identidade, cartão de beneficiário...)
Três camisas ou pijamas (de preferência de Verão, pois as instalações hospitalares são aquecidas e cómodas)Um roupão e toalha de banho
Chinelos (logo em cima da mala, de quarto e duche)
Cuecas descartáveis (preferencialmente) ou de algodão
Dois ou três soutiens de amamentação
Um saco para a roupa suja
Bolsa com objectos pessoais (escovas de dentes e cabelo, dentífrico, elástico para o cabelo, creme hidratante...)
Discos protectores para as mamas
Bloco de papel e caneta
Agenda com contactos que necessite
Relógio
Um livro ou revistas do seu agrado
Roupa para a saída

Bebé

Dois ou quatro bodys de algodão de mangas compridas (como é verão acho exagerado a manga comprida)
Dois a quatro conjuntos de roupa interior
Dois pares de meias, botas ou collants d algodão
Duas fraldas de tecido
Uma manta para o bebé
Toalha de banho
Toalhetes
Pente ou escova
Produtos de higiene para o bebé, se desejar
Cadeirinha ou alcofa ( para a saída)

6 de fevereiro de 2009

Parto

video

1 de fevereiro de 2009

Aula de preparação para o parto

Segurança e controlo são, nos dias de hoje, o paradigma de quem
planeia uma gravidez.
O nascimento de um filho traduz-se numa nova etapa e desenvolvimento normativo.
Aprender a encontrar as melhores estratégias e soluções para viver esta fase da forma mais saudável e esclarecida é o objectivo geral de todos os casais.
Para isso, torna-se necessário,
conhecer a mecânica corporal correcta,conhecer os mecanismos de
trabalho de parto, conhecer os
diferentes tipos de parto, identificar
sinais de parto, sinais de alerta, apreendendo a atitude a adoptar perante cada um deles,técnicas de relaxamento, instrumento muito importante tanto durante a gravidez como durante o trabalho de parto, assim como ao
longo de toda a sua vida, adequar a respiração ao período de dilatação e expulsão, garantindo a rentabilização do consumo de oxigénio pela mãe e para o feto e
aprender como e quando utilizar a força na fase da expulsão.